Zahar

Blog da editora

6 clássicos que inspiraram filmes

20 de Dezembro de 2017

A relação entre cinema e literatura é antiga. Por isso, preparamos essa lista com 6 livros que inspiraram adaptações para o cinema e a TV. Conte nos comentários qual adaptação é a sua favorita! 

1.       A Bela e a Fera

Ícone da geração que cresceu nos anos 1990, A Bela e a Fera ganhou pelo menos 5 adaptações importantes ao longo dos anos. O filme da Disney, de 1991, talvez sendo o mais emblemático.

A história da jovem aprisionada por um monstro terrível existe em duas versões:

A mais popular, de Madame de Beaumont, inspirou o desenho da Disney de 1991, e o filme Beastly, de 2014, que moderniza o conto e transporta a história para a Nova York do século XXI.

Já a versão original da história, escrita por Madame de Villeneuve em 1740, inspirou as adaptações francesas da história: a primeira, dirigida por Jean Cocteau em 1946, e a mais recente, de 2014, estrelada por Vicent Cassel e Léa Sedoux.

 

A história também ganhou um novo contorno com o live-action da Disney, que chegou aos cinemas em 2017:

2.       Alice no País das Maravilhas & Através do Espelho e o que Alice encontrou por lá

Esse clássico de Lewis Carroll talvez seja um dos mais adaptados de todos os tempos. Sua primeira versão para as telonas aconteceu em 1903, ainda no cinema mudo, dirigida por Cecil Hepworth, um dos fundadores da indústria cinematográfica britânica.

Em 1951, Alice entra para o hall das protagonistas da Disney, com sua primeira animação. O filme mescla as duas histórias da menina que vai atrás da lebre branca: no País das Maravilhas e Através do Espelho e o que Alice encontrou por lá.

Essas duas histórias também inspiraram as adaptações dirigidas por Tim Burton em 2010 e 2016

:

 

3.       O conde de Monte Cristo

Uma das histórias mais famosas de Alexandre Dumas,  O conde de Monte Cristo é provavelmente uma das obras mais adaptadas em outros formatos de todos os tempos. Sua última versão para o cinema foi em 2002, com James Caviezel no papel de Edmond Dantès.

Em 2016, a série de TV Once Upon a Time trouxe para o seu elenco de personagens literários o protagonista do livro de Alexandre Dumas.

 

4.       Drácula

O vampiro mais icônico da literatura também fez história no cinema. A primeira adaptação para as telonas foi com o filme alemão Nosferatu, de 1922. Setenta anos depois, no que é considerada a adaptação mais fiel do livro de Bram Stoker, estreiou o premiado Drácula de Bram Stoker, dirigido por Francis Ford Coppolla.

Um verdadeiro ícone da cultura pop, Drácula é, de acordo com o Guiness Book, o monstro com maior número de referências em diferentes tipos de mídia. 

5.       Os livros da Selva

A fantástica história de Mowgli, o filhote de homem criado por lobos nas florestas da Índia, recebeu sua primeira adaptação em 1942, através do filme independente Jungle Book. Sucesso de público, o filme foi indicado a quatro óscares.

Vinte e cinco anos depois, o musical que se tornou ícone para diversas gerações fez sua estreia: Mogli, o menino–lobo foi o último filme produzido pro Walt Disney, e seu sucesso foi tão estrondoso que o longa metragem foi relançado três vezes: em 1978, 1984 e 1990.

Em 2016 Mowgli e seus amigos ganharam o live-action Mogli: O Menino Lobo. Esse novo sucesso de crítica e de público foi a quinta maior bilheteria do ano, e saiu vencedor na disputa do Oscar de Melhor Efeito Especial.

 

6.       Tarzan

Grande sucesso em formato de série para a televisão durante a década de 1960, Tarzan teve sua primeira adaptação para o cinema em 1918, pelas mãos do diretor Scott Sidney. No fim da década de 1999, a história de Edgar Rice Burroughs ganhou sua primeira animação longa-metragem. A adaptação da Disney teve ótima recepção de público e crítica, além de canções originais de Phil Collins. Em 2016, a história ganhou mais um longa-metragem, A lenda de Tarzan, da Warner Bros.

Categorias: Notícias